quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

2ª Caminhada 2008 - Torre de Belém



Data da Caminhada: 23/01/2008
Local: Torre de Belém
Percurso: 10,000 Kms 02:00 Horas
Caminhantes: V. Gonçalves; A. Henriques; Pedro Castelo; A. Bernardino; L. Fernandes; Balão de Sousa; João Figueiredo; António Pires; Chico Pires; Gilberto Santos.
Organizador: António Henriques
Almoço: Lisboa (Adega do Tagarro - Tel. 213 464 620); Preço: € 20,00
Lanche: Lisboa (Instituto do Vinho do Porto)
Passeio Cultural: Passeio na Zona de Santa Catarina e Bairro Alto
Próxima Caminhada: 06/02/2008 (organiza Chico Pires)
Registos dignos de nota: Excelentes condições atmosféricas para a realização de mais um passeio pedestre, desta vez em plena cidade de Lisboa, cuja organização esteve a cargo do nosso estimado ‘caminhadeiro’ António Henriques. O percurso consistiu de um passeio à beira rio Tejo, com início na estação do Cais do Sodré e finalizou na estação dos comboios de Algés. Dado o adiantado da hora e porque já tínhamos percorrido nove quilómetros, foi decidido unanimemente fazer a viagem de volta no comboio da linha do Estoril até ao ponto de partida. Seguiu-se mais um passeio a pé até ao Restaurante ‘ Adega do Tagarro’ em pleno Bairro Alto e o manjar composto essencialmente pelas tradicionais ‘pataniscas de bacalhau’ e ‘iscas’ foi do total agrado de todos, exaustos que estavam pelo esforço dispendido e pelos quilómetros palmilhados em ritmo acelerado. O Gilberto não pode estar presente neste almoço por motivos de ordem particular, mas para compensar tivemos a agradável surpresa da presença do nosso amigo Manuel Flôxo, qual Joe Berardo preocupadíssimo com a desvalorização do mercado bolsista. De realçar ainda uma animada conversa/discussão durante o almoço entre o Bernardino e o Chico Pires acerca do funcionamento dos motores a jacto, mas que me parece não terem chegado a um consenso. Dizia o Vítor Gonçalves, que faltava ali o Gilberto para explicar ao Nuno Rogeiro (Bernardino) os detalhes de funcionamento deste tipo de engenharia. Óptimo almoço! Ouvia-se no fim do repasto à maioria dos elementos do grupo caminhante já com o estômago aconchegado.
Os digestivos foram deliciosamente tomados e apreciados num dos pontos mais bonitos da cidade de Lisboa: Alto de Santa Catarina numa linda esplanada (Café Nubai) debruçada sobre a zona ribeirinha e com vista alargada para o Tejo. Para terminar o dia, trocamos a planeada visita ao Museu da Electricidade por uma outra ao Instituto do Vinho do Porto onde degustamos um precioso ‘Vintage’ e deste modo terminarmos mais uma extraordinária Caminhada em plena cidade de Lisboa. A alegria reflectida na face do António Henriques, organizador do evento, era bem o sinal mais que evidente da terapia de grupo que estas Quartas-Feiras se vão tornando obra.

Fortunato de Sousa

2 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns!que bom espirito de grupo e que terapia tão saudável!
Um abraço para todos, directamente aqui da zona ribeirinha que ainda agora visitaram!
Boas caminhadas
cristina sousa

Chico disse...

Boa Noite Pessoal

Quem já pensava ter folga desengane-se.
Quarta-feira(dia 6 fevereiro), reunião na Cova da Piedade ás 10h junto a casa do Sr.Pires(António), onde será menos complicado o estacionamento. Saida para Montemor(o Novo, claro), e caminhada com itinerário, a escolher entre os facultados pelo posto de turismo local, que já teremos em mão: Almoço e depois se verá.

Pires(Chico)

P.S. Não se alarguem nos folguedos carnavalescos da véspera, pois não se aceitam desculpas, já que, como disse a poeta, " Se Deus nos deu pernas é para andar".