quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

* * * * Convocatória 11ª Caminhada da Época 2014 / 2015 * * * * ___A "Folia do Amor" . Torres Vedras . Dia 04 de Fevereiro___

CAMINHADA A “FOLIA DO AMOR”
em
Torres Vedras

  Distancia:  Equivalente a 2.5h a andar em terreno plano.

  Programa:
  9h40  - Concentração no mesmo local do ano passado
  (GPS: N  39º 5',36 54" - W 9º 15',54 21")
  13h10 - Almoço
  15h10 - Visita Cultural
  17h10 - Chá

 Como chegar:
 Para quem conhece Torres Vedras:
 Parque estacionamento  expotorres(Campo da Varzea)

 Para quem vem pela A8:
 Deixar A8 na pela Saída sul
 Após portagem seguir pela nacional em direcção a T. Vedras, na primeira  rotunda  virar à    esquerda na direcção S. Cruz. Passar 4 rotundas (a última tem o supermercado Aldi  no  lado  esquerdo) um pouco mais à frente, à  sua direita encontrará o parque de estacionamento da  expotorres.

 Para quem vem Pela Nacional
 Na primeira rotunda ao entrar em Torres Vedras virar à  esquerda  na direcção S. Cruz  
 Passar 4  rotundas ,(A última tem o supermercado Aldi  no  lado esquerdo) um pouco mais à  frente, à sua direita encontrará o parque de estacionamento da expotorres.

 As inscrições devem ser efectuadas através dos comentários desta mensagem até ao final  do dia da próxima Segunda-Feira dia 2.

À semelhança do ano passado, devem os Caminhadeiros ir equipados de acordo com a época festiva carnavalesca. A criatividade de cada um será o factor mais importante para um dia bem disfarçado.

Boa viagem e Saudações Caminhadeiras em passada de Folia Carnavalesca,

Rogério Matias

27 comentários:

Fortunato de Sousa disse...

A Quinita e eu lá estaremos em Torres Vedras na Caminhada da 'Folia do Amor'.
Não posso revelar os nossos disfarces, porque ainda não decidimos, mas mesmo que soubesse não dizia, porque é Carnaval e no Carnaval ninguém leva a mal.
Saudações Caminhadeiras em ritmo de primeiras passadas entrudescas,
Fortunato de Sousa

Maria do Céu disse...

Pois com máscara ou sem ela lá iremos caminhar na folia do amor.
Cá de casa vamos 2.

Luis Fernandes disse...

Estava a pensar ir de Cupido para a "Folia do Amor". O problema é que ele usa pouca roupa e com o frio que tem estado, não sei não... Bem ou mal fantasiados lá estaremos os dois.

Saudações caminhadeiras em passada carnavalesca.

LF

carlos penedo disse...

Não posso faltar a esta
Porque o ambiente é de festa
Pronto para a reinação
Aqui fica a inscrição

Se não vens mascarado
Ao menos vem disfarçado
O tempo é de folia
Vai ser uma alegria

O júri até vai escolher
Quem é o melhor, tás a ver
A caminhada é de Entrudo
Quem será o sortudo ?

Torres Vedras é boa zona
Para eleger a Matrafona
Aproveita o Carnaval
Porque ninguém leva a mal

Máscara e bela cabeleira
Acessórios à maneira
Óculos, bigodes e peitos
Pra ficarmos satisfeitos

A caminhada vai ser boa
E o organizador não destoa
Seja estrada ou carreiro
O Rogério é porreiro

Depois vem a refeição
Comidinha de eleição
E não é só uma tosta
É do bom que a malta gosta

Esperem, não se vão embora
Ainda não chegou a hora
Eu sei que é Carnaval
Mas falta a tarde cultural

E depois de bem culturados
Uns a dormir, outros acordados
Vem o fim da jornada
Com uma bela chazada

Chá e bolos à despedida
E adeus que me vou à vida
Para todos boa viagem
E não esqueçam a massagem

A viagem vai terminar
Pela arte do versejar
Ás vezes é inspiração
Outras é só musculação

E a próxima onde vai ser
É o Balão que vai dizer
No contacto com a natureza
Vai ser boa com certeza.

mreis disse...

grande poeta é o Penedo
e perante tanta rimação
eu fico mudo e quedo
e deixo aqui a minha inscrição

Gilberto Santos disse...

Eu, se tudo correr bem, também vou. Eu já não necessito disfarce porque
esse é o meu estado normal.

Saudações carnavalescas.

movicente disse...

Faço minhs as palavras do Manuel Reis.

Deixo as inscrições de:

Cidália Marta
Graça Sena
Júlia Costa
Manuel Garcia
Maria Odete Vicente

Miguel Cardoso disse...


Mais um p/ o "Regabofe do Amor".

S.C.,
Miguel Cardoso

João e Nela Costa disse...

Vamos os 2.

Abraços
João e Nela

Anónimo disse...

Mais 2 para a folia

Lidia e Pedro Albuquerque

José Clara disse...

Com ou sem disfarce carnavalesco eis mais 4: Angelina, Lurdes, Luis e eu.
Saudações caminhadeiras
José Clara

António Palma disse...

Com grande pena minha, ausente vai ser a minha máscara.
Um grande abraço para todos os "Foliões Amorosos Caminhadeiros"

hovistoninavolare disse...

Rogerio,
Desculpa o atraso.
Também vou.
Vítor G.

António Dores Alves disse...

Também penso ir para ver a banda passar...
Abraços

Teresa palma duarte disse...

Nem me atrevo a rimar
Com tanto poeta no ar!
Podes sim Rogério, contar
Comigo e c'o meu senhor
Em Torres a "partilhar"
A Folia do Amor.

virgili o vargas disse...

caro Rogério e caros caminhadeiros.

Ainda não é desta que vou acompanhar-vos na caminhada.

Mas - e porque as saudades já são tantas! - prometo que vos farei companhia ao almoço e nas actividades da parte da tarde da jornada caminhadeira.

mais informo que irei mascarado de "tipo assim mais ou menos meio constipado".

um grande abraço e até à próxima quarta-feira.
vv

LM disse...

Caros caminhadeiros, quem gostar ou tiver curiosidade de ver umas imagens de Torres Vedras e Santa Cruz já com uns anitos pode usar isto:
http://www.cinemateca.pt/Cinemateca-Digital/Ficha.aspx?obraid=13365&type=Video

Abraços
LM

M. Serôdio disse...

Olá a todos os Caminhadeiros! Cá estou eu, a contar estar convosco na próxima 4. feira! Já não era sem tempo!
Abraços
Margarida

Joao Figueiredo disse...

Rogério vou lá estar.Aposto que não me vais descobrir, tal vai ser o meu disfarce!

DoCeu disse...

Apresentam-se as manas, ainda sem a certeza da máscara

Até quarta!

octavio disse...

Rogério,
mesmo no limite, conta comigo, sozinho e sem máscara....
octávio

Gil A F Furtado disse...

Amigas e amigos,

Liguei o computador muito antes do fim de segunda-feira, mas pondo-me a ler inscrições e comentários de caminhadas várias cheguei a estas horas de terça sem estar formalmente inscrito!

(Essa leitura deu-me tanta gana de tecer comentários às inscrições e considerações aos comentários!… Mas é tarde: não posso!)

Duas explicações e um pedido:
1) em devido tempo inscrevi-me “oralmente por palavras” junto do notável organizador;
2) para quem vive no fuso horário TMG parecerei incumpridor, mas vivendo num fuso um pouco diferente estarei dentro do prazo: espero ser aceite e desculpado.
Portanto, vou. Mas vou, saiba-se, apenas por amor à folia; jamais com a veleidade de participar nas folias do amor, como parece quererem iludir-se – e iludir-nos – alguns dos nossos confrades, tão ou mais velhos que eu e quiçá menos capazes.
Ganhem juízo, Matusalens!

Relativamente à caminhada organizada pelas manas Fialho – ou por uma das manas –, aproveito para um comentário que não fiz na altura própria – e que, inscrições fechadas, ninguém irá ler...

Que trezentos milhões de macacos me mordessem, desafiei, numa bravata! E agora, que não cumpri todas as etapas da jornada?!
Felizmente que falhei apenas duas pequenas alíneas: a caminhada e a visita cultural. O resto, cumpri tudo: o almoço e o lanche! Talvez poucos macacos me mordam.
Em contrapartida felicitei as duas manas, logo in loco e sem estar louco: aquele lanche deliciou-me e, sem desprimor para tantos outros, foi, na minha humilde opinião, um dos melhores de sempre em estabelecimentos comerciais.

(Uma aparentemente pretensiosa nota pseudo-pedagógica: "Logo in loco e sem estar louco" foi uma tentativa – aliás falhada – de aliteração; "O resto, cumpri tudo" é um incontestável anacoluto.
Atrevo-me a dois desafios – que só um é pouco – embora pareçam ainda mais pretensiosos – ou o pareça eu:
1) Alguém me explica o anacoluto?
2) Em "logo in loco e sem estar louco" poderá, ou mesmo deverá, haver alguma pontuação? Se sim, qual e porquê? Se não, por que razão?
Atenção: isto não é uma prova de avaliação de professores: mas talvez seja melhor.)

Para acabar, dou-vos conta duma ideia que os meus fracos neurónios têm vindo a elaborar há algum tempo e que é o MEU plano pessoal para as MINHAS jornadas caminhadeiras: aparecer a meio da manhã – nunca de madrugada! – para não atrasar o vosso arranque para a etapa pedestre; para não perturbar o vosso sadio exercício físico, ir, solitário e tristonho, directamente para o restaurante petiscar um presuntito e provar os vinhos, como na Batalha fiz, enquanto, caminhando, vocês se divertem; felicitar-vos pelo desempenho caminhadista e acompanhar-vos no almoço; propiciar uma boa digestão dormindo a sesta, no carro, durante a visita cultural, como fiz na Batalha, a fim de não estragar com perguntas e observações extemporâneas e descabidas a vossa fruição intelectual; acordar a tempo de estar de novo convosco para um bolo e um chá revigorantes que me recomponham dos esforços do dia e me preparem para o regresso a casa; despedir-me, com amizade e já com saudade, cansado mas feliz!
Porém, para que não tomem por preguiçoso quem tão generosamente está disposto a sacrificar-se pelo bem de todos, prometo levar de casa a caminhada já feita – velhinha aspiração que estou prestes a concretizar.
E por falar em levar de casa: talvez não seja má ideia abastecer o meu cantil azul de Caminhadeiro com um bom vinho, aliás dois cantis: um de branco e outro de tinto, e – porque não? – levar também uma marmita com o meu frugal almocinho de dieta. Aqui fica à discussão.

E com um pungente desejo – já acima exarado, de escrutinar inscrições e comentar comentários, bem como o de felicitar poetas, escritores, artistas e criadores – na garganta atravessado, despede-se o

Gil Furtado

(Já devia estar deitado!... Mas diverti-me um bocado!)


(Ó Luís Fernandes, como é que volto a pôr a minha bela efígie no local apropriado? Há semanas mudei a fotografia. Por que não surge aqui, se surde em todo o lado! Estou desesperado! Obrigado.)

Os Caminhadeiros disse...

O nosso estimado Senador, na sua inscrição, que acabo de ler, põe-nos perante uma nova forma de viver as nossas jornadas caminhadeiras e é perceptível que nos está a pedir opinião.
Embora a sua decisão só a ele diga respeito, como pode haver mais pessoas com novas ideias sugiro que todos leiam o que se pode chamar a sua “proposta” e que o ajudemos a formar opinião, quer apoiando quer contrariando o seu “programa”, mas cada um fundamentando com bons argumentos aquilo que aconselhar. Por mim digo que tenho uma palavra a dizer, mas para não influenciar ninguém reservo-a por enquanto, até a tornar pública muito brevemente.

Além dessas ideias modernas, o nosso Senador, a quem também desde já poderei chamar Professor, sem ofensa para ele nem para os reais, desafia-nos para um verdadeiro exame de Língua Portuguesa, onde vem outra vez com o anacoluto. Respondo já que estou decidido a aceitar o repto, mas quero rever a matéria antes, pelo que peço ao Sábio Mestre – o respeitinho é muito bonito – que diga qual é aquela gramática de que ele tem falado, da autoria dum brasileiro mas que foi assinada pelo nosso Professor Lindley Sintra.

Até breve.

Fortunato de Sousa

Rogerio disse...

Olá Gil
Não vou escrever muito por ter medo de reprovar.Para a próxima escolhe outras figuras de estilo mais conhecidas.
Prometo que o almoço de amanhã não será frugal como podes ter a oportunidade de ver em "Logo,in loco" abraços

Raul Almeida disse...

Caros amigos, uma coisa que começou por ser só um exercício físico está a ser complementado com exercícios culturais, literários e gastronómicos :-) Excelente.

Tenho pena de não poder estar convosco. Um grande abraço para todos.

VitGon disse...

Tive que acrescentar este comentário para desmentir os que dizem que o Gil por vezes falta porque "não acordou a horas".
Como podem verificar, ele escreveu o ultimo comentário, já bem acordado às 6h 41m.
Ainda bem que ele é dos que seguem o velho ditado: "Deitar cedo e cedo erguer..."
VG

Gil A F Furtado disse...

E mesmo bem desperto deixei passar um erro imperdoável: na última linha do post (de pescad), onde está o penúltimo ponto de exclamação devia estar um ponto de interrogação, como se percebe. Peço desculpa.

E vou-me deitar.

Até amanhã.

Gil