domingo, 18 de junho de 2017

* * * * * * * *19ª Caminhada da Época 2016 / 2017* * * * * * * ______Praia Fluvial do Alviela . Dia 14 de Junho______




Álbuns de Fotografias
Fortunato de Sousa
Acilina Couto
Luz Fialho
Data do Encontro: 14/06/2017
Local: Praia Fluvial do Alviela – Louriceira – Alcanena
Percurso: 11,000 Kms ; 03,00 horas
Caminhantes: (23) Acilina; Ana Cristina Umbelino; Céu Fialho; Cidália Marta; Clara Maia; Cristina Archer; Estela Garcia; Fátima Libânio; Fortunato de Sousa; Gilberto Santos; João Figueiredo; Juan Ambrósio; Júlia Costa; Lúcio Libânio; Lurdes Clara; Luz Fialho; Manuel Garcia; Manuel Pedro; Margarida Lopes; Maria do Céu; Teresa Palma; Vitor Gonçalves; Zé Clara.
Não Caminharam: (4) Gil Furtado; João Duarte; Kinita de Sousa; Manuel Flôxo.
Organizador: Fátima Libânio / Lúcio Libânio
Almoço: Modelo Picnic no Parque de Merendas da Praia Fluvial
Próxima Caminhada: 30 de Junho e 01 02 de Julho
Organizam: Fortunato de Sousa, Luís Fernandes e Vítor Gonçalves
Reportagem:
Seguindo a tradição dos últimos anos, realizou-se a penúltima caminhada da época com um modelo diferente dos eventos convencionais. Assim, o casal organizador, Fátima e Lúcio Libânio, levaram-nos até à nascente do rio Alviela, local este também conhecido por Olhos de Água.
O nosso grupo já aqui tinha realizado uma caminhada em Outubro de 2014, nessa altura com um número de participantes mais elevado do que na passada Quarta-Feira. Os dois feriados a meio da semana, desviaram muitos Caminhadeiros da 19ª aventura caminhadeira da época. Há muito tempo que não tinhamos um número tão reduzido de participantes.
Mesmo assim ainda conseguimos juntar 14 Caminhadeiras e 9 Caminhadeiros, mais 4 presenças que não caminharam, mas participaram e de que maneira em todo o restante programa do dia. Poucos mas bons, como eu ouvi alguém dizer.
O percurso foi encarado de modo diferente pelos participantes na caminhada. Enquanto uns diziam que o calor e a subida inicial era um tanto ou quanto desmotivador, outros encaravam estas aparentes dificuldades como motivo aliciante. E foi assim que 3 horas depois do início da caminhada, chegámos ao ponto de partida com mais 11 kms percorridos.
Os participantes no evento que não caminharam, tiveram a gentileza de preparar o cenário onde o pic-nic teve lugar. Mesas compridas e bancos corridos, mais o grelhador onde o Chefe Manuel Flôxo comandava sábia e ordeiramente as actividades no “grill”.
Toalhas coloridas, cestos de merenda de vários formatos e as imprescindíveis geleiras davam um ar diferente do habitual nesta fase do programa do dia pós caminhada.
Saladas de vários tipos, pratos frios e quentes, queijos, muita fruta, castanhas assadas , chouriço assado, febras na brasa, etc. etc., foram sendo degustados calmamente durante a tarde.
Como desta vez não havia a parte cultural nos moldes convencionais, lá tiveram que avançar os animadores e animadoras de serviço habituais, com cantigas e danças deveras peculiares.
Uns mais cedo outros mais tarde, fomos abandonando o bonito parque de merendas do rio Alviela, já a pensar que a próxima aventura será a tal de final de época lá para os lados de Pedrogão Pequeno e da Sertã.
Agora, deixem-me terminar a reportagem deste evento, com uma frase do grande Chico Buarque, que assenta aqui que nem uma luva: “Foi bonita a festa pá”.
Saudações Caminhadeiras em passada retardada,

Fortunato de Sousa

Sem comentários: