sábado, 6 de fevereiro de 2016

* * * * * * * * 11ª Caminhada da Época 2015 / 2016 * * * * * * * * De Novo em Torres Vedras com Figuras e Figurões . Dia 3 de Fevereiro




Local: De Novo em T. Vedras com Figuras & Figurões (Na Rota de S. Vicente)
Percurso: 6 kms em 02: 30 horas
Participantes: (39) Acilina Couto; Ana Cristina; Angelina Martins; António Palma; Carlos Evangelista; Carlos Penedo; Carmen Firme; Cidália Marta; Dores Alves; Fortunato Sousa; Gilberto Santos; Graça Sena; João Costa; João Duarte; João Figueiredo; Júlia Costa; Kinita de Sousa; Lina Fernandes; Lúcio Libânio; Luís Fernandes; Luís Martins; Luísa Gonçalves; Lurdes Clara; Manuel Barbosa; Manuel Garcia; Manuel Pedro; Manuel Reis; Maria do Céu; Maria do Céu Fialho; Maria da Luz Fialho; Miguel Cardoso; Nela Costa; Octávio Firme; Odete Vicente; Pedro Albuquerque; Rogério Matias; Rosa Silva; Vitor Gonçalves; Zé da Clara;
Guia Pedestre: Luís Sérgio
Só ao Almoço: (4) Fátima Libânio; Gil Furtado; José Dionísio; Lourenço Furtado;
Organizador: Rogério Matias
Almoço: Restaurante O Voluntário (Tel.261 324 063)
Próxima Caminhada: 10/02/2016 (Organizam: Maria do Céu Fialho e Maria da Luz Fialho)
Reportagem:
Depois do miminho oferecido pela D. Leonor da pastelaria Flor e com espirito carnavalesco, iniciamos mais uma caminhada com passada de “Figuras e Figurões”e apesar de não haver   Columbinas, nem Arlequins nem Pierrots, houve outras fantasias  muito mais bonitas, populares e interessantes.
Mais uma vez tivemos o apoio do nosso amigo Luís Sérgio da ATV que nos levou a percorrer 8,7Km e por ser carnaval o grau de dificuldade foi baixo.
 Não haja dúvida, que São Pedro, esteve mais uma vez a nosso favor! Estava uma manhã fria mas de uma claridade deslumbrante, com um leve toque a Primavera.
Chegou a hora do repasto, no restaurante “O Voluntário” que apresentou um  bom serviço e o menú  agradou a todos.. Não estou habilitado a falar do vinho, mas gostei
Após o almoço, fomos agraciados com a companhia do nosso já conhecido  guia cultural Paulo Ferreira  que nos conduziu na Viagem ao Interior do Carnaval de  Torres Vedras( o mais português de Portugal) e aos locais onde se desenrolam  os bailes carnavalescos ,
Terminamos o dia de “folia” com o tradicional chá. Procedeu-se à escolha do melhor “Figurão” tendo sido  atribuído o 1º lugar à “Consolete”. Parabéns Carlos e a todos os outros “figurões”
Regressamos depois  aos nossos destinos felizes e contentes
Os meus agradecimentos pela disponibilidade e colaboração à:
·  CMTV na pessoa da Drª Ana Umbelino
·  Promotorres na pessoa de  César Costa
· Grupo Carnavalesco as “Lumbias” na pessoa Ricardo Silva
· Confraria Real do Carnaval, sem  os quais não seria possível a visita cultural.

BEM HAJAM
Rogério Matias
Estaremos de volta a 17 de Fevereiro
Vive o melhor de ti

6 comentários:

Gil A F Furtado disse...

Apesar de ter estado presente apenas ao almoço - ou talvez por isso mesmo - gostei.

O meu neto também se divertiu, mas fez duas reclamações:

1 - "Eram muitos e muito barulhentos, os teus amiguinhos. Gostei mais do almoço sossegado em Arruda dos Vinhos".
2 - "O frade tinha à cintura um microfone que chegava ao chão. Avô, também viste, tu? Para não o estragar, devia tê-lo metido no bolso".

Concordei com os reparos: dei-lhe razão.

Para o almoço das duas manas, inscrevo-me desde já, bem adiantado.
E deixo saudações.

Gil Furtado

Mas faço um pedido, de antemão: que nesse almoço não haja salmão.

FotosCaminhadeiros disse...

Coitado do nosso senador, ficou traumatizado, do almoço na Batalha!... :)
Não vai haver, não senhor, está prometido!

Foi uma jornada bem divertida e foliona!
Então mas não havia Arlequim, frei Rogério?! A Estela vai ficar triste...

Até breve, com notícias sobre Coruche

Carlos Evangelista disse...

Olá Roger
Parabéns pela tua "Trapalhice" e, finalmente puder estar presente e, mais ainda acompanhado da minha amiga Consolette (é de família afrancesada, ou parecida) que ficou maravilhada com o Grupo.
Agora não se cala cá no bairro e arredores com a sua eleição destacada na atribuição do prémio para a melhor figurona ou fanxão, e até já queria ir ao " jornal das 25" exibir o seu troféu, dar entrevistas e sei lá que mais, coisa que deixou as suas amigas com alguma dor de cotovelo já se vê, Porque é que não nos convidas-te também? Gostávamos de ir conhecer o Grupo, Ingrata.
Foi o que teve em retribuição pelo empenho, é sempre assim este povinho.
Diz não ter tido os votos todos, todinhos mas, mesmo assim vai ser amiguinha de "Todos" de "Todinhos", (onde ouviu ela isto?)
Da comidinha disse-me que na próxima vai comer menos pois a fatiota já não estica muito mais e os trapinhos mesmo nos salditos já não são o que eram, Rogério Paparoca poupa-nos o cinto e as costuras sff.
Confidenciou-me que gostou muito de todos mas, mas do Fradinho, faz favor, até fez confusão com a ida aos Bombeiros, já não sabia onde andava.
Agora já anda mais calma e disse-me que vai guardar o "prémio" bem guardado para que não haja mais confusão no bairro.
Resta-me como veio-transmissor agradecer a amabilidade que todos tiveram para a com minha amiga, que não ia almoçar,( o Luís Fernandes já não embarca nestas prosas ) mas acabou batendo-se com aquele belo lanche ignorando a dieta estilosa.
Um Abraço a Todos da Consolette.
De mim, quero estar convosco.
Carlos Evangelista

Maria do Céu disse...

Máscaras aprimoradas e com estilo, mas a D. Consolette e o pinguim ou similar estavam o máximo, não desfazendo no frade capuchinho. Belas fotos e o Rogério está de parabéns.

António Dores Alves disse...

Caminhada carnavalesca à Rogério, regada com todos os ingredientes.
Um dia muito bem passado.
Obrigado Roger
Abraço

mreis disse...

Já está a ser uma tradição a caminhada de Carnaval do Rogério trapalhão, que apesar de estar a ir para a idade tem mantido a qualidade. Na reportagem sucinta, que até por isso tem pinta, quanto a mim está uma coisa em falta que é não informar a malta das várias máscaras presentes nem o nome dos irreverentes.
A consolette desmascarou-se e foi a mais premiada criação mas ainda havia o eça e os saloios mais o mafarrico e o frade capuchinho que na mão tinha um pequenito e por baixo um grandalhão, não esquecendo o napoleão mais o tipo das barbatanas com um grande narigão, um arlequim e uma cigana mais um mexicano de poncho e sombreirão.