domingo, 24 de janeiro de 2016

* * * * * * * 10ª Caminhada da Época 2015 / 2016 * * * * * * * _Por Campos do Oeste - Torres Vedras -Dia 20 de Janeiro_




Albuns de Fotos:
Acilina Couto
Luis Martins
Gil Furtado
Dores Alves
Maria da Luz
Carlos Evangelista
Data da caminhada: 20/01/ 2016
Local: Torres Vedras
Percurso: Inserido na ROTA DO VENTO (PR5TVD) cerca de 8 kms, das 10.00às 12.30
Organizadoras: Ana Cristina, Clara Maia, Júlia Costa

Caminhadeiros: (44) Acilina Couto, Amílcar Queirós, Ana Cristina, Ana Leão, Angelina Martins, António Dores Alves, António Palma, Carlos Evangelista, Carlos Penedo, Carmen Firme, Celestino Narciso, Cidália Marta, Clara Maia, Estela Garcia, Fortunato de Sousa, Gilberto Santos, Graça Sena, João Duarte, Júlia Costa, Kinita de Sousa, Lina Fernandes, Lúcio Libânio, Luís Fernandes, Luís Martins, Luísa Clemente, Luísa Gonçalves, Lurdes Clara, Manuel Barbosa, Manuel Floxo, Manuel Reis, Manuel Garcia, Margarida Graça, Maria do Céu Esteves, Maria da Luz, Miguel Cardoso, Octávio Firme, Odete Vicente, Pedro Albuquerque, Rogério Matias, Vítor Gonçalves e  Zé Clara.
Só ao almoço: Gil Furtado
Almoço: Restaurante " EL MANADAS"
Próxima caminhada: 03/02/2016 (organiza Rogério)
Reportagem:
Às 10.00, numa manhã de Sol radioso, após as formalidades de receção e a usual fotografia de grupo tendo como paisagem de fundo um belíssimo poço devidamente recuperado, os Caminhadeiros despediram-se do Largo Poço Ribeiro, na Freiria, para dar início ao percurso inserido na ROTA DO VENTO, onde, durante duas horas e meia, com subidas, descidas, muita lama e poços de água, tivémos a oportunidade de desfrutar das mais belas paisagens da região, repleta de vegetação predominante de eucaliptos e alguns pinheiros mansos, vestígios de uma reflorestação recente, de velhos moinhos de vento recuperados ou em ruínas e os novos eólicos.

O Marco Geodésico, ponto mais alto do percurso ( 194m de altitude) inserido na SERRA DO ROMEIRÃO, foi o local selecionado para o retempero merecido, tendo o Vítor aproveitado para dar a informação sobre uma possível viagem aos Açores ( Ilha de S. Miguel).

Os mais curiosos tiveram a oportunidade de, desta altitude, avistar quase toda a Costa do Oeste.
Regressados à Freiria, ao Largo que nos viu partir, após botas lavadas e um visual mais convidativo para rumarmos à cidade que nos ia receber - TORRES VEDRAS -, rainha do Carnaval mais trapalhão de Portugal - e à feijoada que por nós esperava na cozinha do restaurante " EL MANADAS", um dos mais antigos da cidade.
Aqui, formados os respetivos grupos comensais, sentados nas mesas que o Marcelo teve o cuidado de ajustar criteriosamente para nosso conforto, tendo inclusivamente colocado um aquecedor e uma mesa de apoio que, além das sobremesas, uma delas, o doce da casa, a nós dedicado, nos permitiu colocar o BOLO, cozinhado no " PÃOZINHO DA AVENIDA", uma das mais conceituadas pastelaria da cidade, e as garrafas de champanhe que os avós babados, Vítor e Luisa, nos presentearam em honra ao seu neto BENJAMIM.
Tivemos, também, ao almoço, a agradável companhia do Gil, que, desta vez, optou por deixar a bicicleta em casa e não nos acompanhou na caminhada.
Depois de comidos e bebidos, uns com agrado outros nem tanto, a animação não parou e até houve tempo para sessão fotográfica aos que não abdicaram dos trajes carnavalescos.
Contas feitas, físico alimentado e após um especial agradecimento ao Marcelo feito pelo Fortunato em nome de todos, a pé pelas ruas do Centro Histórico, com ligeira paragem no Monumento ao Carnaval, às 15.30, em ponto, estávamos no Convento de Nossa Senhora da Graça com disposição para alimentar o espírito, tendo a preciosa companhia da guia SOFIA que os Serviços do Museu Leonel Trindade nos disponibilizaram GRATUITAMENTE e que, de um modo profissional, e pacientemente nos conduziu por uma viagem histórica com início no CLAUSTRO deste Convento para observarmos o maior conjunto de azulejos historiados do SEC. XVIII que ilustram a vida de D. Frei Aleixo de Menezes, passando para a Exposição sobre as Linhas de Torres, paragem na Igreja da Nossa Senhora da Misericórdia, Paços do Concelho, com término no Parque do Choupal para apreciar o ATEILER DO BRINQUEDO.
Viagem oficial terminada, os mais curiosos tiveram ainda a oportunidade de visitar a CAPELA da NOSSA SENHORA do AMEAL recentemente restaurada e aberta ao público, enquanto outros aguardavam pelo lanche no CAFÉ XEIRINHO inserido no PARQUE DO CHOUPAL, infraestrutura de Lazer emblemática e recentemente também recuperada.
Durante o lanche, onde não estiveram o Amílcar, a Fátima e Lúcio, a animação continuou tendo-se procedido à atribuição do prémio (gift de Carnaval e um livre trânsito para as entradas nos 4 corsos) à máscara da Odete Vicente, considerada pelo Júri a mais criativa.
Houve tempo ainda para informações várias nomeadamente o convite que a Clara nos fez para o "ASSALTO CARNAVALESCO" da responsabilidade da CONFRARIA, a realizar no próximo dia 30 na "TUNA"com entrada gratuita.
Agradecimento muito especial para Sr.ª Vereadora da Cultura, Dr.ª Ana Umbelino, que proporcionou aos Caminhadeiros o evento cultural de forma gratuita; à equipa do museu Leonel Trindade com especial destaque para a Dr.ª Francisca que entendeu na íntegra o nosso objetivo; à guia SOFIA pelo seu desempenho profissional e paciente; e um agradecimento muito especial ao Celestino Narciso que teve a amabilidade de nos acompanhar nesta aventura.
Por mim outro também muito especial à Clara Maia e Ana Cristina que, ao contrário de mim, torriense desertora, sempre viveram em Torres Vedras e melhor do que ninguém estão integradas no seu MODUS VIVENDI.
Júlia Costa

9 comentários:

Gil A F Furtado disse...

Dia de eleições. Ninguém comentou a caminhada.

mreis disse...

Parabens às 3 novéis caminhadeiras por mais esta caminhada na bela região do oeste, de tal modo que nem se notou que foi a 1ª por elas organizada. Estou à espera das fotos, mas com uma paisagem daquelas devem estar lindas.
A parte cultural é que teve um pequeno problema: havia muitas lojas no caminho... Mas isso não evitou que ficássemos a conhecer mais um pouco de Torres Vedras e da sua história.
A reportagem, muito completa, deixou-me no entanto uma dúvida: diz que no almoço esteve lá o Marcelo mas eu não o vi, sempre pensei que estivesse em campanha eleitoral. Lá perdi a oportunidade de lhe pedir um autógrafo...
E até Torres (outra vez!)

António José Clemente disse...

Dia óptimo, fotos lindas...mas... não consto?
Luisa Clemente

Miguel Cardoso disse...


Agradecimentos às estreantes organizadoras pela jornada caminhadeira em questão.
Uma reportagem que reflecte todo o empenho e dedicação, levado a cabo pelas mesmas e que nos proporcionou mais um dia bem passado.

E viva o n/ S. Pedro.

S.C.,
M.C.

Vit.Gonçalves disse...

Desta vez graças a um lindo trio organizador da linda zona do Oeste, sem todavia esquecer o Celestino não tão lindo, mas sempre pronto para ajudar a superar qualquer imprevisto para que no final da jornada pudéssemos dizer que foi mais um dia bem passado.
Quero agradecer às organizadoras o cuidado para que o belo bolo de chocolate com caramelo, para comemorar o nascimento do meu 3º neto, estivesse nas nossas mesas a tempo e horas, embora por minha culpa não estivessem presentes na chegada do grupo a Torres.
Foi visível durante a caminhada que a chuva tinha caído nos dias anteriores mas por intervenção dos Caminhadeiros este foi um dia de sol maravilhoso para que todos nós pudéssemos usufruir das belas paisagens.
Obrigado Clara, Cristina e Júlia pela caminhada e pelo excelente dia que nos proporcionaram.
Saudações Caminhadeiras.
VG

Kinita disse...

Agradeço às organizadoras de tão agradável caminhada tudo o que de bom vivemos nesse dia. Notou se o enorme entusiasmo que tiveram, e algum nervosismo não fosse algo correr mal. Correu tudo bem e foi bastante praseiroso o convivio, alegria durante todo o dia.Vão se preparando para uma próxima. Beijinhos e obrigada às organizadoras.

Kinita disse...

Quis dizer: prazeiroso

António Dores Alves disse...

Para as organizadoras que tanto se esmeraram para que a caminhada fosse um sucesso, o meu obrigado.

Carlos disse...

Às diligentes e empenhadas organizadoras, o meu agradecimento pelo dia passado nas lindas terras do Oeste, com vistas e paisagens maravilhosas. O percurso era com sobe e desce qb, o terreno já sabiamos que era lamacento, mas a alegria do convívio e o magnífico almoço no El Manadas superaram qualquer dificuldade provisória do trajecto. Por fim uma tarde cultural que teve tanto de cultura como de divertimento. Os meus parabéns às organizadoras e boa continuação. Como diz um amigo meu-gostei, quero mais.Bem Hajam
CPenedo