segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

* * * * * * * 7ª Caminhada da Época 2014 / 2015 * * * * * * * ___Pela Rota do Mestre de Avis . Dia 3 de Dezembro___




Local: Avis
Percurso: 8kms - 2H20M
Organizadores: Virgílio Vargas
Presentes (38): Angelina Martins, António Clemente, António Dores Alves, António Vaz, Carlos Penedo, Carmen Firme, Estela Garcia, Fortunato Sousa,  Gabriela Bentes, Gil Furtado, Gilberto Santos,  Graça Sena, João Duarte, João Figueiredo, José Marques, José Clara, Lina Fernandes, Luis Fernandes, Luis Martins, Luisa Clemente,  Lurdes Clara, Manuel Garcia, Manuel Pedro, Manuel Reis, Margarida Graça, Maria da Luz Fialho, Maria do Céu, Maria do Céu Fialho, Miguel Cardoso, Octávio Firme, Odete Vicente, Raul Almeida, Quinita Sousa, Rogério Matias,  Teresa Palma, Vítor Gonçalves, Virgílio Vargas, Anabela Paquim (não fez caminhada).
Almoço: Avis – Restaurante “Club Náutico” (Tel. 242 412 644)
Próxima Caminhada: Dia 17 de Dezembro (organiza Octávio e Carmen Firme)
Reportagem: 
Uns viajaram de véspera para não perderem pitada, outros madrugaram e viajaram pela alvorada, mas todos se encontraram no local estabelecido a tempo das tradicionais trocas de beijinhos e abraços, e de deglutir um cafezinho para ajudar a acordar. O local escolhido para o encontro, junto do Club Náutico de Avis, proporcionava uma belíssima vista sobre as águas adormecidas da albufeira da Barragem do Maranhão.
Mesmo antes da reunião para a foto da praxe, uma chuvinha irritante, que não estava nas previsões, veio molhar alguns caminhadeiros que procuravam abrigo em capas de plástico e chapéus de chuva.  Nada que esmorecesse a vontade e determinação dos caminhadeiros em usufruir de mais uma jornada caminhadeira, já que - vejam só! - a caminhada arrancou ainda antes das 10H00M, a hora prevista para o seu início.
Devido à chuva, o caminhadeiro organizador decidiu eliminar do percurso estudado, um pequeno troço junto da albufeira que, por estar molhado, iria certamente colocar em risco a segurança dos caminhadeiros: uma pequena escorregadela poderia resultar num tombo nas águas calmas da albufeira.
Os caminhadeiros dirigiram-se então na direcção de Avis onde subiram e desceram algumas das ruas desta linda povoação, podendo admirar o casario, e as vistas dos campos circundantes..
Para retemperar as energias, e devorar o farnel do caminhadeiro, e porque a chuva finalmente tinha desistido de cair em cima dos caminhadeiros, efectuou-se uma paragem de vários minutos junto das muralhas do Castelo e do Convento de São Bento de Avis, um edifício emblemático de Avis, que foi sede de uma das mais importantes ordens religiosas e militares de Portugal: a Ordem de São Bento de Avis.
A caminhada continuou, estendendo-se por mais algumas ruas de Avis, bem decoradas com laranjeiras carregadinhas do belo fruto.  Aqui e ali alguns caminhadeiros não resistiram a apanhar e a provar uma ou outra laranja.  Uns - aqueles que tiveram sorte - teciam rasgados elogios ao doce sabor das laranjas que tinham apanhado; outros - os mais azarados - era com dificuldade que escondiam um esgar pela acidez inesperada da laranja.
O almoço decorreu no Restaurante do Club Náutico, e permitiu que os caminhadeiros retemperassem forças com dois pratos típicos da zona: a sopa de cação e a queixada assada no forno.  Tudo bem acompanhado com vinho igualmente da região, da Herdade Fonte Paredes.
Após o almoço, os caminhadeiros dirigiram-se ao centro histórico de Avis, para uma visita ao Centro Interpretativo da Ordem de Avis e ao Museu do Campo Alentejano.
A simpatia e a clareza da Dra. Marta Alexandre, do Centro Interpretativo da Ordem de Avis, tiveram o condão (acho que é mesmo um milagre...) de manter os caminhadeiros silenciosos e bem atentos às suas explicações, enquanto eram informados sobre a origem da Ordem de Avis, bem como a sua importância nos contextos militares, políticos e sociais nos tempos do seu apogeu.  A Visita ao Museu do Campo Alentejano permitiu aos caminhadeiros observar uma extensa colecção de objectos usados nas actividades agrícolas no Alentenjo.
De regresso ao Club Náutico, a jornada encerrou com o tradicoinal chá e bolinhos.  Houve ainda a oportunidade de comemorar o aniversário da Caminhadeira Odete Vicente (o seu aniversário ocorrera no dia anterior) e também do Caminhadeiro José Clara que gentilmente ofereceu um belo bolo de chocolate (confeccionado na Padaria de Avis), regado com um agradável Espumante também oferecido pelo generoso aniversariante.
E assim se passou mais uma grandiosa jornada d' Os Caminhadeiros, desta vez com as estreias nestas andanças do António Vaz e do José  Marques. Para eles um grande abraço e o convite para que continuem a marcar presença em futuros eventos Caminhadeiros. Venha a próxima!
Agradecimentos:
- À Drª Marta Alexandre, do Centro Intrepretativo da Ordem de Avis, que tão bem nos guiou através dos meandros da História da Ordem de Avis e do Museu do Campo Alentejano.
- Ao Sr. João Carlos que tão bem nos recebeu no Restaurante Club Náutico de Avis.
Virgílio Vargas

7 comentários:

Fortunato de Sousa disse...

Para além da boa reportagem redigida pelo organizador do evento: Virgil o Vargas, quero dar também os parabéns aos extraordinários repórteres fotográficos. As imagns captadas do pôr do Sol na barragem do Maranhão são o melhor testemunho da beleza inesgotável do Alentejo.
Penso também que deve ser inédita a versão dos parabéns a você em cante alentejano. Pena que não tenhamos ensaiado antes, para que o filme do Virgílio reflectisse melhor as virtualidades do cante alentejano, pois a qualidade dos intérpretes, essa não está nem nunca esteve em causa.
Parabéns renovados aos repórteres do evento e,
Saudações Caminhadeiras,
Fortunato de Sousa

M Gabriela Bentes disse...

Compadri VV,
ADORÊ tudo! ... e o monti? ai o monti mê Deus ... Bêjos

virgili o vargas disse...

oh comadre Gabi, entã e as tuas fotos? nã mostras nada aqui à genti?

Miguel Cardoso disse...


Parabéns para:

-Virgílio Vargas por ter proporcionado mais uma bela jornada Caminhadeira;

-repórteres fotográficos pela excelentes imagens captadas, e

-Odete e José Clara por terem festejado mais um aniversário na companhia dos Caminhadeiros.

*escrito de acordo com antiga ortografia

Saudações Caminhadeiras,
Miguel Cardoso

LM disse...

Queremos aqui deixar duas ou três palavras sobre temas que nos calaram fundo nesta caminhada:
1 - Foi com muito prazer que revi, após alguns anos, os nossos amigos António Vaz e José Marques. Foi com muito prazer que voltei a trocar algumas palavras com eles e, espero, que os voltemos a fazer quando eles puderem estar com os caminhadeiros. Bem-vindos.
2- Outra coisa: agradecer a ideia que o VV teve de organizar a caminhada em Avis, terra que não conhecíamos senão de passagem; e a possibilidade de conhecermos, parcialmente, a Albufeira do Maranhão que a todos proporcionou a contemplação de um dos mais belos pores-do-sol que alguma vez tivemos oportunidade de assistir; e o almoço que foi excelente e ... enfim, tudo o resto.
3- Por último: tivemos pena de não poder visitar o Monte do VV mas, por razões que ele conhece, não nos foi possível. Obrigado!
E até à próxima, com ou sem netos.
LM

DoCeu disse...

Foi um dia muito bem passado e a descoberta de uma vila "com carácter".
Obrigado, Virgílio!

António Dores Alves disse...

Boa jornada em boa companhia. Belo dia.
Obrigado Vargas