sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

12ª Caminhada da Época 2012 / 2013 - Pelos campos da Azambuja até ao Palácio da Rainha - Dia 20 de Fevereiro




Álbuns de Fotos:
Lúcio Libânio 
Dores Alves
Fortunato de Sousa
Luis Martins
Manuel Reis
Carlos Evangelista
Vitor Gonçalves
Data do Encontro: 20/02/2013
Local: Azambuja-Pelos campos da Azambuja até ao Palácio da Raínha
Percurso: 14, 600 kms - 03: 00 Horas
Caminhantes: (44) Angelina Martins; António Bernardino; António Clemente; António Palma; António Pires; Áurea Lopes; Bia Namora; Carlos  Evangelista; Carlos Penedo; Carlos Nunes; Carmen Firme; Chico Pires; Dores Alves; Fátima Libânio; Fernanda Silva; Fortunato Sousa; Gil Furtado; Graça Penedo; Graça Sena; Guilherme Statter; Greta Statter; João Duarte; Lina Fernandes; Lúcio Libânio; Luís Fernandes; Luís Martins; Luís Penedo; Luísa Clemente; Luísa Gonçalves; Lurdes Clara; Manuel Garcia; Manuel Pedro; Maria do Céu; Manuel Reis; Manuela Serra; Margarida Graça; Miguel Cardoso; Octávio Firme; Odete Vicente; Rui Graça; Teresa Palma; Virgílio Vargas; Vitor Gonçalves; Zé Clara.
Só ao Almoço (2): Dr. José Pereira; Vitor Trigo
Organizador: Carmen Firme / Octávio Firme
Almoço: Restaurante do Hotel Ouro Negro (Tel: 263.406.530)
Próxima Caminhada: 06/ 03 / 2013 – (António Pires / Manuel Reis)

Reportagem:
Antes de começar a crónica, propriamente dita, quero salientar alguns pontos que me parecem importantes:
Em primeiro lugar, quero saudar a presença de mais duas novas caminhadeiras – a Áurea Lopes e a Manuela Serra, amigas e companheiras de trabalho de largos anos para muitos de nós; sejam bem vindas, espero que tenham gostado da experiência e que continuem a dar-nos o prazer da vossa companhia!
Em segundo lugar, assinalo com satisfação o regresso, após longa ausência, da Fernanda Silva; espero que o problema de saúde que a motivou esteja completamente debelado!
Finalmente, - “last but not least” – assinale-se o número de participantes (44!) que alguém disse que constituia ‘record’ numa caminhada regular. E ainda faltaram, por motivos de saúde (gripe ou forte catarro), o Rogério e a Helena Freitas , no caso da Helena, àquela que seria a sua estreia como caminhadeira; a ambos os desejos de um rápido restabelecimento.
Vamos agora à crónica propriamente dita:
O dia amanheceu frio e com muito nevoeiro na zona da Azambuja, muito característico do Inverno na lezíria ribatejana. O organizador, neste caso também investido no papel de cronista com pouco talento, ainda pensou em mudar o título da caminhada para “em busca do D. Sebastião”. Embora o Luís Penedo e o Guilherme Statter se tivessem perdido no denso nevoeiro à chegada à Azambuja e, após as fotografias da praxe, quer ao grupo, quer aos novos caminhadeiros, e uma breve descrição do que iria ser a jornada, lá partimos, cerca das 09.45, dentro do horário previsto, para aquela que seria, até à data, a caminhada mais longa da época. O regresso, após a ausência de algumas caminhadas, do Chico Pires e do Gil Furtado foi, por todos, muito saudado. Saliente-se o facto do casal Clemente, embora ainda muito atacados, terem feito questão de cumprirem a caminhada até ao fim.
A facilidade do percurso e o frio que se fazia sentir fizeram que o passo fosse mais acelerado que o costume, o que teve como consequência  que  até as tartarugas parecessem lebres.
Depois de um breve descanso junto ao Palácio da Rainha, onde aproveitámos para retemperar forças, iniciámos o percurso de regresso que coincidiu com o levantar do nevoeiro. Os nossos artistas da fotografia devem ter tido inúmeras oportunidades para evidenciar o seu talento e estamos todos com muita curiosidade para ver o resultado das reportagens fotográficas.
Pouco depois das 13.00 horas demos início ao almoço que começou com uma bem composta mesa de entradas, regadas com o ‘Plexus’, que a pouco e pouco se vai tornando no vinho dos caminhadeiros. O almoço agradou dum modo geral a todos, sendo de salientar o facto de o restaurante ter reservado uma sala só para nós e o esmero posto na decoração das mesas. Algumas das senhoras foram no fim presenteadas com os arranjos de flores que constituíam os centros das mesas.
De seguida e já com um pequeno atraso dirigimo-nos a pé  até aos Paços do Concelho onde fomos recebidos, no Salão Nobre, pelo Sr. Presidente da Câmara –Dr Joaquim Ramos. Uma simbólica troca de prendas entre o organizador do evento e o Sr. Presidente perpetuou esta nossa visita à vila de Azambuja.
Seguiu-se a parte cultural, mais uma vez a cargo do nosso amigo e já caminhadeiro honorário, o historiador Dr José Pereira que de uma forma brilhante nos  guiou, numa viagem através de séculos, pelo monumento mais importante da Azambuja - a Igreja Matriz. No final da visita, foi também entrgue ao Caminhadeiro honorário Dr. José Pereira, um troféu dos Caminhadeiros, como reconhecimento da sua disponibilidade e paciência demonstrada em nos acompanhar nas visitas a este concelho.
Com o dia já a terminar partimos, para dar cumprimento à última parte do programa, o chá, com que encerramos a jornada caminhadeira. Os organizadores fizeram questão que o mesmo tivesse lugar na sua casa, porque tinham duas datas a celebrar, as quais tinham ocorrido entre a última caminhada dos trilhos da Archeira e esta: -o Organizador e escriba tinha acabado de entrar na sua sétima década e o casal celebrava os seus 43 anos de vida em comum. Para o efeito, lá havia o bolo de anos, tendo os organizadores ficado muito sensibilizados com a oferta dos caminhadeiros, - uma colectânea de fotografias efectuadas durante as caminhadas-  e com a oferta da Graça Penedo de um par de chávenas de café, pintadas à mão por ela própria.
Ainda houve oportunidade para os caminhadeiros-mor darem informações sobre a primeira caminhada especial da época, que terá lugar na Serra de Estrela, no primeiro fim de semana de Abril.
Já com a noite instalada demos por encerrada mais esta jornada de convívio e despedimo-nos até ao cabo Espichel, onde o António Pires e o Manuel Reis farão o papel de anfitriões.
Resta-me agradecer as provas de carinho e amizade com que nos brindaram e congratular-me com a pujança do grupo que está cada vez mais forte.

Saudações Caminhadeiras,

Carmen e Octávio Firme

13 comentários:

Maria do Céu disse...

Os meus parabéns pela bela caminhada, com nevoeiro e tudo. E pela reportagem. Quanto aos vossos aniversários esperamos ter possibilidade de os comemorar por muitos anos, com saúde, amigos e belas caminhadas. Bjs. Céu.

Luis Fernandes disse...

Vai ser um comentário só de parabéns.
Começo por dar os parabéns ao Casal Firme. Parabéns pela bela caminhada que nos proporcionaram. Parabéns pelo chá. Parabéns pelos aniversários. Parabéns pela bela reportagem. Mas não vou ficar por aqui com os parabéns. Parabéns à Lina e ao António Palma que entraram para a tabela dos bastões de Bronze. Parabéns às novas caminhadeiras. Parabéns a mim que escrevi 11 vezes parabéns em tão pouco espaço.
Saudações caminhadeiras em passada de parabéns (mais uma para fazer uma duzia)
LF

frioleiras disse...

Pela minha parte (manuela b.serra)adorei... adorei o nevoeiro (lindo. lindas as árvores submersas num encaixe tão poético...), a companhia alegre de ex-colegas de tantos anos, o meu querido ex-chefe firme e a sua carmencita etc,etc, etc. o pior é que, desde a chegada que estou com a parte detrás dum joelho numa lástima. Se na 2a. feira não estiver melhor (estou a gelo, no entretanto)terei de ver se não fiz alguma lesão o que............. me impossibilitará de voltar a caminhar com os simpáticos amigos :-( espero que não! obrigada a todos e um beijo mt especial aos firmes....

Miguel Cardoso disse...

Apesar do nevoeiro que nos impediu durante a 1ª parte da caminhada, de observar numa outra perspectiva a lezíria ribatejana, foi de facto mais uma boa caminhada.
Parte gastronómica e cultural de excelente qualidade.
Reportagem fotográfica também de excelente qualidade.
Parabéns ao Octávio+Carmen, não só como organizadores do evento, mas também como aniversariantes.
Agradecimentos aos mesmos pelo excelente acolhimento que encontramos em sua casa.
Para ambos, longos e muito bons anos de vida.
O meu reconhecimento também para os vários responsáveis que têm dado todo o seu apoio logístico para a realização das rspectivas jornadas.

*escrito de acordo com o antigo acordo ortográfico

Saudações Caminhadeiras,
Miguel Cardoso

octavio disse...

Tal como eu previa, os nossos artistas fotógrafos esmeraram-se e conseguiram instantâneos fabulosos da manhã brumosa na lezíria ribatejana. Os meus parabéns a todos, muito em especial ao Luis Martins que conseguiu autênticas obras de arte.
Octávio

Anónimo disse...

Mais uma bela jornada
Deste grupo caminhadeiro
E nem o cerrado nevoeiro
Assustou esta cambada

E cada vez somos mais,
Como dizia o caro Firme
È porque isto é bom demais
É porque é um grupo fixe

O almoço foi catita
E as visitas também
Mas o mais supimpa
Foi o chá da Carmenzita

Parabéns aos Firmes
que são sempre 5 estrelas
muita saúde e alegrias
e muitos kms bem firmes

ANGELINA

P.S. Perdoem-me mas, em honra da Carmen e do Octávio, não resisti a esta minúscula tentativa de fazer versos.

mreis disse...

Don Octavio, muy bien! Dona Carmen, muy bonito!

grande abraço

manel reis

Vit.Gonçalves disse...

Muito obrigado à Carmen e ao Otávio pela excelente preparação da caminhada que nos proporcionou tão excelente dia. QUERO MAIS TORRICADO mais Azambuja e mais chá!!!
Parabéns.
*escrito de acordo com o novo acordo ortográfico

CEF disse...

Amigos, o meu Comentário vai aparecer no meu álbum fotográfico.
Vai ser muito fácil de ler como vão ver.
A sua legenda é o nosso trato, e a todos o dedico.
Não há coincidências dizem, mas os Caminhadeiros para mim, aí se podem retratar pois o nosso pulsar cada vez está mais ativo.
Os comentários estão a ficar mais ricos cada vez.
O Céu está alto e o Horizonte largo mas tem-nos por companhia, no desafio de novos Passeios.
Parabéns ao Firme e à Carmem pela jornada.
Carlos Evangelista

Fortunato de Sousa disse...

A festa está animada, pá!!!!!!!!
Parabéns ao Fernandes por tantos parabéns distribuídos, mas muito em especial aos novos 'bronzobastonados' Lina e António Palma, e desejos de rápidas melhoras à Manuela Serra.
Para finalizar e seguindo o exemplo da Angelina, aqui vos deixo um curto apontamento rimado, depois de reler a reportagem, os comentários e rever os álbuns de fotografias:

Paisagem de bruma suja
A esconder o Sol que vinha
Aquecer a manhã fria
‘Pelos campos da Azambuja
Ao palácio da rainha’
Sempre em plena lezíria

A cor viva dos barretes, dos gorros e dos chapéus
Salpicavam o cenário
Ali à beira do Tejo
Faziam lembrar gaibéus
Esse retrato lendário
Do homem no Ribatejo

Uns caminham isolados
De olhos bem fixos no chão
Tentando arrumar ideias
Outros vão acompanhados
Porque esta descompressão
Renova o sangue nas veias

Passo firme, cadenciado
Mais atrás ou mais à frente
Que importa ser os primeiros
Importante é estar ao lado
E sentir o que se sente
No meio dos Caminhadeiros

Saudações Caminhadeiras em passada delirante,

Fortunato de Sousa

António Dores Alves disse...

Reitero os agradecimentos já formulados por outros caminhadeiros à bela organização e acolhimento proporcionados pela Carmem e pelo Firme.
Aos poetas de serviço vão os parabéns pela sua imaginação e sentimento que imprimem aos seu versos.
Abraços com emoção.

Anónimo disse...

Hey! I simply would like to give a huge thumbs up for the great data
you’ve got right here on this post. I can be coming again to your weblog
for more soon.

Also visit my blog post: home improvements in nashville

Anónimo disse...

Hello! I simply would like to give a huge thumbs up for the good data you could
have right here on this post. I can be coming back to your blog for more soon.


Here is my blog :: basketball shorts for cheap