quinta-feira, 3 de abril de 2008

7ª Caminhada 2008 - Pinhal de Leiria - 2 de Abril



Data da Caminhada: 02/04/2008

Local: Pedrogão

Percurso: 12,000 Kms 02:30 Horas

Caminhantes: V. Gonçalves; A. Henriques; Pedro Castelo; A. Bernardino; L. Fernandes; Balão de Sousa; João Figueiredo; António Pires; Chico Pires; Gilberto Santos; Manuel Pedro; Octávio Gaspar.

Organizador: Gilberto Santos

Almoço: Pedrogão (QUEBRA MAR Tel. 244 111 758 / 966 973 201); Preço: € 23,50

Próxima Caminhada: 16/04/2008 (Organiza o João Figueiredo)

Fundo de Reserva: € 15,00

Registos dignos de nota: Bela Caminhada, Belo Almoço e Belo Passeio. O mesmo adjectivo para qualificar a bela organização da caminhada preparada pelo Gilberto, no local onde passou parte da sua infância. Os pinheiros que compõem o Pinhal de Leiria já não são os mesmos que D. Afonso III e o seu filho D. Dinis em boa hora aqui mandaram plantar nos finais do século XIII, mas o cenário mantem-se inalterado, tranquilo e muito agradável. A beleza deste magnífico espaço florestal é dominado maioritariamente pelo pinheiro bravo rodeado por flora bastante diversificada, e nesta época do ano carregada de cor e aromas maravilhosos. Não destruindo e conservando o património florestal é o melhor testemunho e homenagem que as gerações que se seguiram podiam ter prestado. A Lagoa da Ervideira, localizada em plena 'Mata Nacional do Urso' e onde o grupo ‘Os Caminhadeiros’ cumpriram metade do percurso pedestre do dia, complementa este bonito local de lazer especialmente vocacionado para grupos de reformados como o nosso, ainda em descompressão e a compensar o desgaste dos muitos anos de trabalho árduo que sofreram. Que o diga o Bernardino.

O regresso ao Pedrógão por caminhos de areia aumentou o esforço dispendido pelo grupo, aguçando ainda mais o apetite para o excelente repasto que nos esperava no 'Quebra Mar'. Tudo de acordo com o planeado pelo Gilberto: 'Torresmos', 'Morcela de Arroz', 'Lentriscas' e o famoso 'Robalo' na grelha pescado ali mesmo ao lado. Tudo isto acompanhado por água, cerveja e vinho verde ‘Santa Cristina’ geladinho, gentilmente servido pela moçoila roliça de nome Tania, qual personagem serviçal saída dos livros do Eça de Queirós, Júlio Dinis ou mais recentemente do satírico José Vilhena. O Victor Gonçalves conquistou-lhe a simpatia, enquanto que o Luís Fernandes teve o cuidado de a gratificar generosamente. Talvez com o intuito de numa próxima visita poder trocar o prato de peixe por outro de carnes jovens mais adequadas ao seu requintado gosto, embora correndo o risco de aumentar o nível de ácido úrico.

Seguiu-se o passeio da tarde, desta vez à bonita vila de São Pedro de Moel onde tomámos o apreciado chá de Camomila e Cidreira, deixando a Guida (esposa do Gaspar) nada menos que estupefacta com o rigor e disciplina dietética do grupo caminhante. O Manuel Pedro por sua vez deliciou-se com uma valente soneca retemperadora dormida em cima do muro divisório de acesso à praia. Daqui, um 1º grupo saiu directo para Lisboa e outro menos apressado ainda deu uma saltada ao 'Sítio', lindíssimo lugar junto à vila da Nazaré onde originalmente os pescadores e habitantes desta zona se refugiavam dos ataques de Piratas. Parece que nos dias que correm, ainda vagueiam por aqui 'Piratas' de outra espécie e com outras características, que deixam marcas em cidadãos honestos como é o caso do nosso companheiro de caminhadas Chico Pires, recente vítima de um deles.

Para finalizarmos a época de Inverno das caminhadas foi sugerido pelo Balão de Sousa, que se realizasse uma caminhada em Lavre seguida de sardinhada, no monte do nosso amigo e companheiro Chico Pires. O encontro terá lugar no dia 28 de Maio com a presença já confirmada do caminhadeiro ocasional Manuel Floxo. Após o almoço, com o auxílio das novas ferramentas informáticas ou plano tecnológico (onde é que eu já ouvi isto?) será efectuada uma apresentação surpresa obtida a partir do arquivo fotográfico do grupo ‘Caminhadeiros’. Um agradecimento muito especial ao Chico Pires por ter disponibilizado prontamente a sua instalação rural para a realização do evento.

Cumprimentos do Caminhadeiro,

Fortunato de Sousa

3 comentários:

António Romão Guimarães disse...

Caros Caminhadeiros, meus Amigos

Soube através do Binocas de Pedras Rubras da vossa iniciativa.
Infelizmente não estava no País, fui conhecer São Tomé e Príncipe, e por tal, foi-me totalmente impossível aceitar o desafio.
Grande ideia esta, de fazer umas caminhadas, ainda por cima com um reconfortante prémio no final.
Espero pelas próximas iniciativas, que, se forem mais para estes lados, e se me aceitarem, terei muito gosto em participar.
Delegação no Norte, ainda não estão a pensar abrir, pois não?

Grande abraço para todos
ARG

Fortunato de Sousa disse...

Meu Caro Amigo Romão,
Antes de mais os meus sinceros parabens pela vitória do teu FCP na 1ª Liga, embora como imaginas preferisse que fosses tu a enviar-me este tipo de congrutalação. Pode ser que ainda aconteça esta década.
Sobre as nossas caminhadas, imaginei que estivesses fora do país, pois tentei contactar-te pelo telelé várias vezes e não consegui. De qualquer modo, consultando semanalmente o blog podes ver sempre o local da caminhada seguinte e apareceres quando quiseres. Serás sempre bem vindo, sózinho ou acompanhado pelo pessoal do Norte. Se preferires podes ainda tomar a iniciativa de organizar uma caminhada a meio caminho entre Porto e Lisboa que os experimentados caminhadeiros do Sul marcarão presença.
Um grande abraço,
Fortunato de Sousa

Fortunato de Sousa disse...

Meu Caro Amigo Romão,
Antes de mais os meus sinceros parabens pela vitória do teu FCP na 1ª Liga, embora como imaginas preferisse que fosses tu a enviar-me este tipo de congrutalação. Pode ser que ainda aconteça esta década.
Sobre as nossas caminhadas, imaginei que estivesses fora do país, pois tentei contactar-te pelo telelé várias vezes e não consegui. De qualquer modo, consultando semanalmente o blog podes ver sempre o local da caminhada seguinte e apareceres quando quiseres. Serás sempre bem vindo, sózinho ou acompanhado pelo pessoal do Norte. Se preferires podes ainda tomar a iniciativa de organizar uma caminhada a meio caminho entre Porto e Lisboa que os experimentados caminhadeiros do Sul marcarão presença.
Um grande abraço,
Fortunato de Sousa