sábado, 20 de junho de 2015

* * * * * * * 20ª Caminhada da Época 2014 / 2015 * * * * * * * ________Um dia na Herdade . Dia 17 de Junho________




Local: Herdade da Barroca d'Alva - Alcochete
Percurso: 10 Kms em 3 horas
Organizador: Rogério Matias
Caminhantes (46):
Acilina Couto, Ana Leão, Angelina Martins; Carmen Firme, Céu Esteves, Fátima Libânio, Gabriela Bentes, Graça Penedo, Graça Sena, Irene Afonso, Kinita de Sousa, Lídia Albuquerque, Lina Fernandes, Luisa Clemente, Luisa Gonçalves, Lurdes Clara, Margarina Graça, Margarida Serôdio, Nela Costa, Odete Vicente, Teresa Palma, António Clemente, Carlos Evangelista, Carlos Penedo, Daniel Santos, Dores Alves, Fortunato de Sousa, Gil Furtado, Gilberto Santos, João Costa, João Duarte, João Figueiredo, José Clara, Lúcio Libânio, Luis Fernandes, Luis Martins, Luis Penedo, Manuel Floxo, Manuel Garcia, Manuel Pedro, Miguel Cardoso, Octávio Firme, Pedro Albuquerque, Rogério Matias, Rui Afonso,  Virgílio Vargas, Vitor Gonçalves.
Só Almoço: Miguel Cardoso
Almoço: Campestre na Herdade da Barroca d'Alva
Evento Cultural: Tarde musical no local do almoço
Chá de Final do Dia: No local do almoço
Reportagem: 
No dia 17 Junho  de 2015 realizou-se a caminhada nº 20 do grupo Os Caminhadeiros. Intitulada  “Um dia na Herdade da Barroca d’Alva”, contou com a presença de 46 participantes. Esta herdade, situada no concelho de Alcochete, tem uma área de 1.600 hectares, onde se produz cortiça, arroz, milho e criação  de cavalos de desporto e lusitanos. Tivemos a oportunidade de apreciar  toda esta beleza sem artifícios, onde a natureza é mãe e a mão do homem  também está presente com toda a sua dignidade.
Depois de percorridos 10km de nível 1 (escala 0-5), sempre acompanhados pelos nossos guias Sério e João Silva, chegou a hora do repasto composto de grelhados mistos de porco e de frango, regados com bons vinhos branco e tinto (opinião da maioria).
Desculpa Gil por comeres tão mal,  não sabia que não gostavas de almoços campestres, mas eu gosto muito.
Parabéns à família SILVA pela confecção do almoço, pelo esforço, simpatia e dedicação para que tudo  resultasse bem. Foram de facto exemplares e não poderia correr melhor. Não faltou nada, desde o frigorifico, arca congeladora, máquina de café, fogão campestre, depósito de água ah e wc .(vejam o requinte). Parabéns mais uma vez  e muito obrigado
Depois de bem comidos e bebidos (desta vez não houve dúvidas pois não?), passamos à nossa visita cultural, desta vez convertida em arraial popular. Foi um êxito não foi?  Não tenho palavras para descrever, vocês têem? Mas para que todo este bem estar se tornasse possível, foi sobretudo devido ao contributo das grandes vozes dos nossos colegas que tanto se empenharam. Não tenho como agradecer-lhes, acreditem que me emocionei muitas vezes. Obrigado, obrigado por terem aceite o meu convite. Todos sabem quem foram, por isso não os menciono, com receio que me falte algum.
Um agradecimento muito  especial ao acordeonista Sérgio, que tão bem soube abrilhantar a nossa matiné dançante. Um muito obrigado ao amigo Ferrnando Sancho, pelo seu contributo multifacetado através da execução na viola e guitarra, e ainda na harmónica com variações de dó e  ré.
Finalmente, um obrigado ao Rui Afonso e ao Luís Penedo  pela sua colaboração na viola e na guitarra portuguesa.
Terminamos o nosso convívio com um chá, também ele muito saboroso, onde mais uma vez predominou a amizade que nos une.
Regressamos de tractor turístico aos carros, felizes e contentes.
O meu  obrigado a todos

BEM HAJAM

“Si  a ti te gostou a mi me encantou”
Vive o melhor de ti


Rogério Matias

8 comentários:

Carlos Evangelista disse...

Água e arroz, foi canja, sim senhor.
(depois acrescento mais)
Parabéns Rogério
eu

Maria do Céu disse...

Boa caminhada, melhor companhia e animação a rodos, com as muito e variegadas facetas e atributos dos caminhadeiros. E parabéns ao nosso cãominhante que nos acompanhou todo o caminho, e depois deliciou-se com uma bela soneca.

Gil A F Furtado disse...

Comentário 1 (Tal como o Carlos Evangelista, espero voltar a escrever mais tarde, "se a tanto me ajudar engenho e arte" e falta de preguiça).

Ah! Ah! Ah!. Fiz a volta completa refastelado na carrinha de apoio, a tal que em boa hora fora contratada para transportar as nossas bagagens, e o escriba da reportagem dá-me a calcorrear 10 quilómetros em 3 horas!...

A pé!? Eu!? Dez quilómetros!? Em 3 horas!? Com aquele calor e o meu cansaço crónico, Rogério!? Só se estivesse completamente louco!...

De qualquer forma, mereces os parabéns pelo esforço de organização.



Para cada um e cada uma, um abraço apertado do

Gil Furtado.

Carlos Evangelista disse...

Água e arroz é canja, e foi o que o que aconteceu nesta caminhada pela mão do Roger e Associados.
Canja de Casamento com todos, e com tudo a que temos direito como diz o outro, foi o que foi servido.
Com a brilhante colaboração do Centro de Dia onde tem trabalho dinamizador, foi o que se viu, e ouviu.
O que não ouvi foram queixas de reumatismo aqui ou aqui, nem más digestões provocada pela assada campestre servida em pleno pinhal com vista para o mar interior, mais propriamente para a lagoa da Ermida.
Foi sempre a bombar, Dança, Declamação, Canto, Música, e, e, com as melhores revelações que o Grupo surpreende, deixando sempre água na boca para mais.
Bela Terapia até ao fim, sim senhor, terminando com um batismo coletivo em companhia do milho que também foi anfitrião.
Para casa não havia pressa pois tantos abraços e beijinhos repetidos já esqueciam o que os kms andados e o Sol, tinham deixado no corpo deste tão nobre Grupo, mas com a vontade de voltar já.
Parabéns Roger e Rogério, podes continuar.
Abraço
eu

António Dores Alves disse...

Obrigado Rogério.

Proporcionaste-nos uma caminhada impar. O teu esforço e dedicação foram compensados com o sucesso de que todos beneficiamos.
Grande abraço.

Kinita disse...

PARABÉNS Roger. O organizador de "Caminhadas, Animadas". Estavam todos doidinhas/os por uma opurtunidade destas, que eu bem vi, já te vinhas apercebendo disso?! e que lugar mais aprazivel e adequado para a folia e descargas de energia? Não havia. Tinha de ser no campo, ao ar livre, pois então. Realmente a alegria, descontração, cumplicidade e muita AMIZADE supera os reumáticos da cabeça aos pés, está provado.Para o ano há mais. Por agora descemos mais uns tempos à realidade de cada um/a, mas mais revigorados/as e com muito mais para contar. E caminhada a caminhada, vamos deixando e levando vestígios da nossa história.

Aci disse...

Eis uma brincadeirinha que fiz, com os vídeos e fotos (de fraca qualidade) que tirei.

https://www.youtube.com/watch?v=SAAD10BkK5A

Foram um dia muito bem passado. Divertido, animado, saudável, bem disposto. Fantástico!

LM disse...

Parabéns, Roger!
Belíssima caminhada bem ao gosto português: belas paisagens, campos verdejantes, lindas manadas e boa companhia.
Não faltou o picnic de ‘burgueses’: a guitarra, o fado e a animação variada.
Uma delícia!
Tens o meu voto para animador oficial dos Caminhadeiros.
Obrigado e beijinhos.
Angelina