quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Convocatória . 8ª Caminhada da Época 2013 / 2014 . Rota Saloia . Dia 18 de Dezembro

Estão todos os Caminhadeiros convocados para a 8ª  caminhada da época, que ao mesmo tempo será a última do ano 2013.
Desta vez vamos caminhar na bonita região saloia, num percurso não muito longo, com um índice de dificuldade 'médio baixo'. É uma óptima oportunidade para uma vez mais os avós convidarem os netos a participar numa caminhada, que se realiza em plena época de férias de Natal. 
O local de concentração terá lugar junto à placa indicativa de Pinheiro de Loures, para quem vem de Loures pela estrada EN8 (junto ao restaurante 'Dente de Alho'). Para os utilizadores de GPS, as coordenadas são as seguintes: 
N - 38º  50, 140 - W - 9º 11, 199. 
Quanto à hora de concentração, será às 09:30 neste mesmo local.
Os interessados em participar no evento, podem e devem fazê-lo como é habito  através dos comentários desta convocatória, até ao final do dia do próximo Domingo dia 15.

Saudações Caminhadeiras em passada de Pai Natal,

Fortunato de Sousa

30 comentários:

Gilberto Santos disse...

Eis aqui a primeira inscrição.

Saudações saloias.

Maria do Céu disse...

Antes que se esgotem, aqui vão mais 2.
Bjs. Céu.

بب disse...

Thanks
اخباريه القريات
بوابة الشمال

CEF disse...

##%/""»»
%%&&#!!"# »»**
(também vou)
CEF

mreis disse...

anch'io ci vado!

Lúcio e Fátima Libanio disse...

E mais nozes dois.

AJP disse...

Lá estarei!
Inté

Rogerio disse...

Ola
Também irei
Abc a todos
Roger

Carlos disse...

Eu vou do verde Minho e é já
O que eu vou andar pr'aí chegar.
Andar, almoçar, e tomar o chá
Bela maneira de o ano terminar.

Saudações caminhadeiras em passada saloia.

CPenedo

movicente disse...

e daqui vão 4....Graça Sena, Manuel Garcia, Gonçalo e eu..
M.Odete

maria luisa disse...

Desta vez vamos roer a corda...não podemos ir aos saloios!
Um abraço para todos.Bom Natal e "inté po Ano"

João e Nela Costa disse...

Vamos os 2

Abraços
João e Nela

Margarida disse...

Olá!
Desta vez também vou :-)

Abraços e até quarta-feira

Gilberto Santos disse...

Vou levar o meu neto Daniel

Margarida Serôdio disse...

Olá a Todos!
Contem comigo s.f.f.
Obrigada
Abraços
Margarida

Fortunato de Sousa disse...

Vamos lá então contar com mais 4 participantes para o último evento caminhadeiro do ano 2013. Vou e a Quinita e os nossos netos Manuel e Frederico de Sousa.

Saudações Caminhadeiras em passada assaloiada,

Fortunato de Sousa

Fortunato de Sousa disse...

E também vão participar na Rota Saloia, A Teresa Palma e o seu marido João Duarte.

Tchau e até lá

ANTONIO PIRES disse...

Vou so almoçar
inté

LM disse...

Contem com mais quatro: Lurdes e Angelina Zé Clara e eu (o mais saloio dos 4). Abraços.

VitGon disse...

Eu e o Floxo lá estaremos.
Saudações saloias.
VG

Luis Fernandes disse...

E eu também estarei.
Saudações caminhadeiras em passada natalícia.

octavio disse...

Caros amigos,
Desta vez não vamos poder ir.
Desejo um bom Natal para todos e que 2014 seja melhor que 2013.
Octávio

Gil A F Furtado disse...

Caminhadeiras e caminhadeiros,

Se houvesse um concurso que premiasse, simultaneamente, a originalidade e o sentido de oportunidade das inscrições, a incontestável vencedora desde que o Grupo é Grupo seria esta última do Carlos Evangelista.

(Já o prémio para a mais curta iria para o António Pires, das vezes em que ele se limita ao seu lacónico "Vou".
Confesso que andei algum tempo à espera da sorte de me inscrever logo após ele, para o "vencer" com um ainda mais curto "id." - abreviatura de idem -, mas a oportunidade nunca surgiu.)

Quanto à mensagem do personagem inscrito imediatamente antes do CEF, pedi a tradução google para Português, e nunca em minha vida li nem ouvi algo tão confuso e atabalhoado. Nem o mais despreocupado Caminhadeiro terá alguma vez ficado a falar assim após o mais copioso dos nossos almoços - e estou a usar o termo copioso com toda a propriedade.
Por isso, voto que seja aceite essa inscrição para esta e para todas as caminhadas em que tão estranho interessado queira participar.

Passemos agora à minha pessoa. Aliás, ao meu boné e ao meu bastão de caminhadeiro.
Desapareceram ambos do refeitório da Herdade do Freixo do Meio!
Porque "chapéus há muitos", o móbil do crime só pode residir no bastão.
Então, my dear Holmes, quais serão as hipóteses?
Bem analisado o caso, só me ocorrem estas:
1. Uma senhora sentiu necessidade de apoiar-se no meu bastão e apropriou-se dele?
Rejeitei imediatamente esta hipótese, pois não estou a ver nenhuma das nossas queridas caminhadeiras a praticar tão nefanda acção sem primeiramente solicitar educadamente a minha permissão.
2. Um caminhadeiro eventualmente mal servido de bastão achou que o meu seria muito mais fiável que o seu?
Esta ideia julgo-a mais consistente, mas, se foi esse o caso, o caminhadeiro usurpador já se terá dado conta do logro em que caiu, pois o meu bastão não passa de um pobre e vulgar bastão, tão resistente ou tão fraco como qualquer outro.
Mas é o meu bastão! É com ele que tenho vivido, é a ele que estou habituado, é ele que me tem prestado valiosíssimos serviços. Não tenho dele nem a mais pequenina razão de queixa!
E eu não posso viver sem ele. Não posso, nem sei, nem quero!
Logo, não preciso de dizer mais nada: exijo de volta o meu bastão e em perfeitas condições de funcionalidade, tal como eu o mantinha. E, já agora, acompanhado do boné que, bem vistas as coisas, nos dias quentes ainda me faz mais falta que o bastão nos dias frios.

Com tudo isto, está o Domingo quase a acabar e eu ainda não me inscrevi. Nem inscrevo. Ou melhor: inscrevo e não inscrevo.
Inscrevo-me porque desejo ir - é a caminhada natalícia, é a última do ano... e que não fosse: é sempre um prazer.
Não me inscrevo porque não sei se posso ir: primeiro, porque estou muito constipadinho e não sei se ficarei bonzinho antes da próxima quarta-feira; segundo, porque sem boné nem bastão NÃO VOU!

E se boné e bastão não aparecerem rapidamente, farei o mesmo que um meu terrível avô fez quando lhe desapareceram chapéu e cajado.

ESTAMOS ENTENDIDOS?

Saudações caminhadeiras sem apoio e de cabeça ao léu, do

Gil Furtado

(E falta 1 minuto para acabar o prazo das inscrições).

Gabriela Bentes disse...

Vitor,
Já um bocadinho tarde, aqui fica a minha inscrição! Desta vez sou só EU!!! Bj

Gil A F Furtado disse...

Juro que ainda eram 23:59 quando carreguei no "Publique-se", mas o maroto do relógio mudou para 00:00 só para me arreliar!

GF

Gil A F Furtado disse...

Et après moi le déluge... pardon, a Gabriela Bentes.

GF

mreis disse...

Só hoje consegui confirmar a ida dos meus netos Mariana e do João, espero não estar a causar grande transtorno.
Portanto serão mais 2 jovens no pelotão da frente.

até 4ª
mreis

CEF disse...

No próximo Congresso dos Caminhadeiros vou propor ser OBRIGATÒRIO, SIM OBRIGATÓRIO certos senhores deixarem aqui a sua prosa a sua voz.
Que acham da ideia.
Ainda bem que o bastão foi de férias, Gil obrogado.
Carlos Evangelista

Gil A F Furtado disse...

Férias?!

O meu bastão não precisa de férias. Merece-as, é verdade, porque não perde uma caminhada, mas dispensa-as: gosta é de trabalhar!

Por isso, mais uma vez digo: VENHA ELE!

GF

Fortunato de Sousa disse...

O meu amigo Gil Furtado informou-me esta tarde, que uma traiçoeira constipação o impedia de estar presente na última caminhada do ano. Ficou ele desolado e ficámos todos nós, já que a sua presença é sempre uma mais valia para os caminhadeiros .
Bem, mas o que me trouxe aqui foi a tragédia que o nosso amigo Gil está a viver, causada pelo desaparecimento não só do boné, mas principalmente do seu (para ele) valioso e imprescindível bastão.
Seguindo uma velha tradição alentejana, construí à pressa umas décimas glosadas, que são uma paródia à perda do boné e do bastão do Gil.

Cá vai então para o meu amigo Gil:

Dor na perna, cotovêlo
Um bypass no coração
Depois caíu-te o cabelo
E agora não tens bastão

Tens que aceitar é a vida
Mas não estavas preparado
A tua alcunha é o entalado
E estás num beco sem saída
Tens a imagem comprometida
Na verdade há que dizê-lo
Já não és o homem modelo
A que nos habituáste
Desde o momento em que ficáste
Com dor na perna, cotovêlo

E agora andas esquecido
Deixas tudo em todo o lado
E para ficares recuperado
Só à base de comprimido
Ouve bem o que te digo
E toma muita atenção
Porque tu és brincalhão
Mas a doença é coisa séria
E implementaram-te na artéria
Um bypass no coração

És um grande prosador
Exímio na narrativa
E na minha perpesctiva
És o nosso Senador
Pelo teu mérito e valor
Aqui te faço um apelo
Não dês atenção ao grelo
Porque foi pelo seu perfume
Que tu comeste o legume
Depois caiu-te o cabelo

E não te lamentes mais
Já basta de choradeiras
E as tuas brincadeiras
São bem mais originais
Vê lá bem por onde vais
Não caias na tentação
Já que por esta razão
De o tentares pôr de pé
Tu já perdeste o boné
E agora não tens bastão

Saudações Caminhadeiras em passada rimada,

Fortunato de Sousa